Blog voltado para a divulgação da Aviação Comercial, Militar e Civil, mostrando através de textos informativos e
fotos, as aeronaves, suas histórias e curiosidades, Operações Militares, Eventos Aeronáuticos e muito mais!

Seja bem-vindo a bordo!!!

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Ilyushin 76: Um ícone da aviação russa em Florianópolis





O Aeroporto Internacional Hercílio Luz (FLN/SBFL) recebeu na tarde desta segunda-feira (27/04), a visita de uma aeronave de transporte de carga Ilyushin Il-76 pertencente à empresa aérea russa Volga-Dnepr Airlines. Embora seu pouso estivesse inicialmente programado para a cidade de Curitiba (PR), que possui uma ampla tradição e vocação para receber voos desta natureza, alguns contratempos inviabilizaram sua operação no Aeroporto Afonso Pena, trazendo o voo para Florianópolis, uma vez que o destino final da carga será a cidade de Itajaí, localizada a cerca de 80 quilômetros da capital catarinense. Segundo apuramos, o avião veio da Alemanha trazendo um eixo propulsor de navio, medindo 16 metros e pesando cerca de 39 toneladas.











A sequência de fotos acima, mostra a chegada do Il-76 ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz.


Utilizando a matrícula RA-76503 (c/n 2093422748), esta foi a primeira que uma aeronave deste modelo operou em Florianópolis. Entretanto, em janeiro de 2004, outro avião da mesma Volga-Dnepr esteve por aqui, na oportunidade, um dos gigantescos An-124 Ruslan, procedente da França, trazendo peças para um Airbus A320 da TAM Linhas Aéreas cuja bequilha havia quebrado em uma saída de pista e que na ocasião encontrava-se sendo reparado em um hangar provisório montado no pátio da Base Aérea de Florianópolis.

Até tocar a pista do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, o Il-76 percorreu um longo caminho, que teve início ainda no Sábado (25/04), no aeroporto de Châlons Vatry (XCR/LFOK), localizado nos arredores de Paris, França. De lá a aeronave seguiu para a Alemanha, mais precisamente ao aeroporto de Rostock-Laage (RLG/ETNL) com o objetivo de receber a sua carga, seguindo na sequência para o Aeroporto de Lisboa (LIS/LPPT) onde o avião pernoitou, decolando no Domingo (26/04) de manhã rumo ao Aeroporto Internacional Leópold Sédar Senghor (DKR/GOOY), localizado em Dakar, capital do Senegal. A próxima escala já seria em território brasileiro, no Aeroporto dos Guararapes (REC/SBRF), em Recife/PE, onde depois de mais um pernoite, finalmente na manhã desta segunda-feira, o avião decolou para Florianópolis, utilizando o código de voo VDA4564, chegando na capital catarinense precisamente às 12:37 hs (Horário de Brasília).



Ao chegar a Florianópolis, o grande avião chamou a atenção de todos, que procuraram de alguma forma registrar este momento ímpar.

Os amigos Lucas Tavares (à esquerda) e Juliano Damásio, observam o nariz envidraçado do Ilyushin 76.


Imponente! Assim podemos definir o Ilyushin IL-76 em uma única palavra. Com quase 47 metros de comprimento, 50 metros de envergadura (distância entre as pontas das asas) e cerca de 15 de altura, equivalente a um prédio de cinco andares, suas dimensões principalmente no solo, impressionam.  Desenvolvido na então União Soviética, em meados da década de 60, no auge da Guerra Fria, a aeronave foi projetada para cumprir os requisitos que buscavam um sucessor a jato para o quadrimotor Antonov An-12 “Cub”, aeronave que formava a espinha dorsal da aviação de transporte dos países pertencentes ao Pacto de Varsóvia. Com o advento do Il-76, batizado de “Candid” pela OTAN, a Força Aérea Soviética ganhou um vetor capaz de efetuar transporte aéreo estratégico, levando mais carga e/ou tropas mais longe e mais rápido. Operado até os dias de hoje por inúmeras forças aéreas ao redor do mundo, a derrocada do bloco comunista, alavancou a inserção da aeronave no lucrativo mercado do transporte de cargas.


Vista lateral do Il-76. Observe a altura da aeronave, tomando-se como referência as pessoas no pátio.

Designação do avião escrita no alfabeto cirílico russo.



Detalhes dos motores turbofan Aviadvigatel PS-90-76.

 Detalhe da seção posterior da fuselagem e da rampa traseira aberta.

Detalhe do trem de pouso principal.


O modelo que veio a Florianópolis é da versão Il-76TD-90VD, equipado com quatro motores turbofan Aviadvigatel PS-90-76 cada um com 32.000 libras de empuxo e apresenta o painel de instrumentos híbrido com aviônicos analógicos e digitais (glass cockpit). Capaz de transportar cerca de 50 toneladas em seu amplo compartimento de carga, esta versão foi especialmente desenvolvida para a Volga-Dnepr, empresa aérea russa sediada na cidade de Ulyanovsk, especializada no transporte de cargas e que tem sua frota composta por cinco Ilyushin Il-76 e dez Antonov An-124 Ruslan.




Acompanhe a partir de agora, mais algumas imagens do Ilyushin 76 neste dia histórico para o Aeroporto Internacional Hercílio Luz. Para o blog Aviação em Floripa, ter a oportunidade de estar perto desta impressionante máquina, poder registrá-la através de fotos e compartilhá-las com nossos leitores, é com certeza, motivo de satisfação e alegria. Um sincero agradecimento a todos que tornaram isto uma realidade.













8 comentários:

Leonardo Feldmann disse...

Otimas fotos!!! Excelente cobertura!! Valeu

baptista disse...

Reconhecendo esta bela tecnologia, muito boa oportunidade desta visita, parabéns pelas fotos e reportagem.

Alessandro del duca disse...

Parabéns pelas imagens Marcelo, belo registro deste visitante imponente.

pampa14 disse...

Obrigado a todos, pelos comentários.

Adilson Silva disse...

Otima matéria e belas fotos!!! Os russos fazem belos pássaros...

Adilson Silva disse...

Otima matéria e belas fotos!!! Os russos fazem belos pássaros...

Biavati disse...

Parabéns Marcelo! Eu tive a oportunidade em 1994, de ver em Moscouu na base aérea, esses impressionantes aviões, em sua maioria da Aeroflot. Nunca tinha visto tanto avião grande junto!
Faustino Luiz Biavati - Criciuma

Renan Cordeiro disse...

pq o brasil não compra desses aviões também?

Postar um comentário